Escolha uma Página

o que é droneO que é drone? É o nome pelo qual são, no Brasil e no mundo, usualmente conhecidos os VANTs (Veículos Aéreos Não Tripulados), tem se tornado bastante comum nas maiores cidades do mundo, já sendo estudadas e implementadas muitas formas de uso em diversas áreas do conhecimento.

Drones são, em sua essência, aparelhos multirrotores elétricos (havendo também os equipados com motores movidos a combustão interna) controlados por controle remoto.

Se assemelham a helicópeteros, mas com, normalmente, quatro hélices, também conhecido por quadricóptero.

Há também os modelos com seis hélices, assim como com números maiores de hélices, dependendo da destinação do equipamento.

Eles são controlados por controle remoto, que se comunicam via rádio e também via wi-fi (tecnologia ponta a ponta) com os drones.

Normalmente são conectados telefones celulares ou tablets aos controles remotos para facilitar a visualização das imagens e para um melhor controle, por meio de uso de APP específico de cada marca, como a DJI, por exemplo, a marca com maior quantidade de modelos disponíveis e de maior qualidade, conforme opinião dos profissionais diretamente envolvidos com o uso de drones no mercado.

Por óbvio que esta definição de drone abrange o quadricóptero, que foi o produto comercial que alavancou a expressão no Brasil, sendo que antes a palavra era pouco utilizada, mas é de se explicar que há drones sem asas rotatórias, que simulam planadores e outros tipos de aeronaves, como o drone da Polícia Federal do Brasil, na imagem abaixo.

drone-policia-federal-brasil

Outro drone que tem feito sucesso pelas redes sociais é o Drone da PRF, cujo tema abordamos aqui no Blog já, vale a leitura e assistir aos vídeos disponíveis. Pode clicar no link que será aberta uma nova aba no seu navegador.

O que são Drones?

O que é Drone? Muita gente costuma repetir esta pergunta com certa frequência.

Drone é um veículo aéreo não tripulado (VANT) e controlado remotamente que pode realizar inúmeras tarefas.

Utilizados tanto em guerras quanto para entregar pizza, também sendo amplamente utilizado para o lazer (recreação é uma expressão importante para a legislação brasileira) estes equipamentos estão cada vez mais presentes em diversos lugares do mundo.

O drone é uma das tecnologias que mais tem chamado a atenção nos últimos meses.

Equipados para resistir a trabalhos pesados e ambientes hostis, esses equipamentos podem ter diversas utilidades.

No entanto, se você ainda tem dúvidas sobre o que é drone e para que eles servem, não se preocupe, esse texto tem a plena capacidade de tirar todas as suas dúvidas.

A associação mais simples para entender o que é drone, e mesmo para que serve, é lembrar de brinquedos de controle remoto. O conceito é simples: com um controle via rádio, você pode manobrar um drone sem tocar nele.

No geral, estes aparelhos são concebidos para realizar tarefas arriscadas ao ser humano ou ferramentas para trabalhos que ninguém quer realizar.

É como se fossem pequenos helicópteros, com outro formato e sem a capacidade de carregar pessoas.

drone-spark-dji-homologado-anatel

Essas características ajudam a entender como esses equipamentos se tornaram muito comuns entre aparatos militares e de vigilância. No entanto, há aplicações mais pacíficas, como no uso profissional de fotógrafos, resgates e limpeza de lixo tóxico.

Em português, o dispositivo pode ser chamado também de VANT, acrônimo para veículo aéreo não tripulado, ou VARP, sigla para veículo aéreo remotamente pilotado — “drone” é uma palavra em inglês, que significa zangão.

A nomenclatura utilizada preferencialmente pelo DECEA, assim como pela ANAC, para os veículos aéreos não tripulados é RPAS (Remotely Piloted Aircraft System), também esclarecendo que a nomenclatura aeromodelo sempre irá se referir a aeronaves de uso exclusivo para recreação e o RPAS para fins profissionais.

É óbvio que os drones utilizados na guerra são diferentes daqueles que a Amazon testa para fazer entregas, veja matéria no TecnoBlog e nos vídeos a seguir, o primeiro de 2013 quando a ideia do drone foi implementada pela Amazon e o segundo mais atual, do final de 2016.

Origem dos drones

Os antepassados dos drones modernos surgiram ainda no século XIX. Os registros mais antigo de um veículo aéreo não tripulado foram os chamados “balões austríacos”. Eles nada mais eram do que balões com explosivos com os quais a Áustria atacou a cidade italiana de Veneza, em 1849.

Os torpedos aéreos controlados por rádio utilizados durante a Segunda Guerra Mundial também estão na árvore genealógica dos drones. Diversos modelos foram sendo aprimorados e utilizados durante o período da Guerra Fria, especialmente para fins de reconhecimento.

Os anos 80 marcaram grande desenvolvimento para os drones. Uma das primeiras vezes em que uma versão moderna deste equipamento foi a campo foi em 1981, quando o exército da África do Sul usou drones israelenses em combates contra Angola.

Os drones na atualidade

Os drones com uso de hélices rotatórias na horizontal podem ter diversos tamanhos, havendo desde os bastante pequenos, com cerca de dois a três centímetros, assim como tamanhos avantajados quase na proporção de helicópteros.

drone-brinquedo-abaixo-de-250-gramas

Drone de brinquedo

Os drones de brinquedo mais comuns pesam algo em torno de 200 a 300 gramas e normalmente não são muito estáveis no ar e normalmente têm pequena autonomia de voo, algo em torno de 3 a 7 minutos.

Os drones um pouco mais avançados, que são normalmente utilizados para recreação e também para trabalhos profissionais relacionados a imagens aéreas, como de casamentos e de imóveis, apenas para citar os exemplos mais comuns, pesam cerca de 700 gramas a 2 quilos e podem ter autonomia de voo de até 30 minutos por bateria, via de regra.

Os drones mais atuais têm câmeras que filmam em 4K e fotografam em qualidade (tamanho) bastante elevada, algo em torno de 20 MP.

Para ficarem estáveis no ar utilizam GPS e GLONASS, assim como outros diversos sensores que podem transmitir ao usuário informações e imagens em tempo real, facilitando o seu uso e sua aplicação profissional.

Em outros artigos iremos tratar de diversos temas relacionados ao mercado de drones, assim como a legislação e a regulamentação para uso de drones no Brasil, seja de forma recreativa, se para uso profissional.

Apenas para antecipar, adianto que a regulamentação no Brasil envolve, resumidamente normas da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), DECEA (Departamento de Controle do Espaço Aéreo) e ANATEL (Agência Nacional de Telecomunicações).

Se você gostou desse texto classifique abaixo com cinco estrelas, por favor, com isso nos ajuda a atingir uma maior quantidade de pessoas.

Obrigado e até a próxima!

O que é Drone?
4.3 (86.22%) 45 votes